- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O fado mora em Lisboa

João Vasconcelos / Aníbal Nazaré
Repertório de Tristão da Silva

Passeia p'lo mundo inteiro / Por gostar da vida boa
Mas não mora no estrangeiro / O fado mora em Lisboa

Já morou na Mouraria / Mas depois, num sobressalto
Traçou da mudança e um dia / Foi pró Bairro Alto

O fadinho mora sempre por castigo
Num bairro antigo... num bairro antigo
E a seu lado p'ra falarem á vontade
Mora a saudade... mora a saudade
Quase em frente numa casa de pobreza
Vive a tristeza... vive a tristeza
Tem corrido os velhos bairros sempre á toa
Mas mora em Lisboa... mas mora em Lisboa

Quando vai cantar lá fora / Tem uma ideia bizarra
Leva o estribilho que chora / Na voz triste da guitarra

Anda lá dias a fio / Mas depois, numa ansiedade
Volta sempre num navio / Chamado saudade