- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Beijo de amora

Mário Rainho / Música: Alfredo Duarte “Marceneiro *fado cravo*
Repertório de Pedro Galveias

Já sei a que sabe agora
Tua boca cor de amora
Antes de amadurecer
De rubra cor dos desejos
Quando se desfaz em beijos
É fruto de enlouquecer

A tua boca é um verso
Mistério do universo / Constelação infinita
Queima como um sol na pele
Sabe à doçura do mel / É a rima mais bonita

Seja sempre a tua boca
A carícia quase louca / Que ao beijar me rouba a calma
E seja p'la vida fora
Essa boca cor de amora / O beijo da minha alma