- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

As mãos que trago

Cecília Meireles / Alain Oulman
Repertório de Amália Rodrigues

Foram montanhas, foram mares / Foram os números, não sei
Por muitas coisas singulares / Não te encontrei, não te encontrei

E te esperava, te chamava / Entre os caminhos me perdi
Foi nuvem negra, maré brava / E era por ti, era por ti

As mãos que trago, as mãos são estas
Elas sozinhas te dirão
Se vêm de mortes ou de festas
Meu coração, meu coração

Tal como sou, não te convido / A ires para onde eu for

Tudo o que eu tenho é haver sofrido / Pelo meu sonho alto e perdido
E o encantamento arrependido
Do meu amor, do meu amor