- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.690 LETRAS PUBLICADAS <> 2.655.000 VISITAS < > 01 JANEIRO 2023
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Guitarra chora comigo

Letra de Lopes Vitor
Desconheço se esta letra foi gravada.
Transcrevo-a na esperança de obter informaçâo credivel


Guitarra, querida guitarra
Eu quero chorar contigo
Sinto mais suave o pranto
Quando tu choras comigo


Nos rastos de uma alegria / Tantos caminhos trilhei
Só tristezas encontrei / E sinto a vida vazia
Essas noites que eu perdia / Só a saudade as agarra
E o meu peito por amarra / Liga-se à dor de um castigo
Guitarra, querida guitarra
Eu quero chorar contigo

Não me deixes ir embora / Tu sabes o que é sofrer
Deixa que eu faça morrer / A minha dor sem demora
Chora sim, guitarra chora / As melodias de encanto
Que sempre me alegram tanto / Podes crer no que te digo
Sinto mais suave o pranto
Quando tu choras comigo