As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


De mãos vazias

José Guimarães / Rezende Dias
Repertório de Florência

De mãos vazias sem nada de nada
Um pouco de céu pretendo alcançar
São os meus dias, janela fechada
Onde não há madrugada
Onde a luz não quer entrar
Ai os meus dias que são tudo e não são nada
São liberdade amarrada
São silêncios a falar

Olhos fechados... p'rá maldade não ver
Braços cruzados... deixar a vida correr
Lábios cerrados... e não dizer a verdade
Mas ter voz e estar calado é perder a liberdade

Meu grito aberto, meu grito calado
Eu atiro ao vento sem ninguém ouvir
Longe e tão perto, princípio acabado
Onde o meu amor cansado
Anda a sonhar sem dormir
Tudo é deserto no meu sonho povoado
Onde um povo amordaçado
Não sabe cantar nem rir