- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Amor mais infinito

Mário Raínho / Fontes Rocha *fado ana*
Repertório de Mário Raínho

Se tu és o amor mais infinito
Se tu és céu azul minha morada
Porque me perco então em sonho aflito
E nunca sei de ti na madrugada

Se tu és a ternura que me chega
Na forma de um olhar feito sorriso
Porque é que a minha noite se faz negra
E nunca sei de ti quando é preciso

Se tu és alto-mar onde naufrago
Nas vagas do teu corpo em tempestade
Porque retorno a ti, porque te afago
E nunca sei de ti nesta saudade

Se tu roubas de mim toda a ternura
E buscas no meu corpo altiva chama
Porque razão te canto com loucura
E nunca sei de ti na minha cama