- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Premonição

Letra e música de Carlos Leitão
Repertório do autor

E foi com os trejeitos do costume
Os olhos desmaiados sobbre a mesa
O riso envergonhado com perfume
Esquueceu o tempo
Cansou o lume
De quem me quer amar sem a certeza

Adivinhei, no adeus, a crueldade
De não saber de ti mais que agora
Acompanhei-te à porta sem vontade
Tentei o beijo
Quando a saudade
Não me deixou chorar sem te ires embora