- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

De quem dá

Mafalda Arnauth / Mafalda Arnauth e Paulo Parreira
Repertório de Mafalda Arnauth

O meu amor tem o cheiro da vida
Tem a forma mais querida de me querer
O meu amor tem um rasgo de entrega
De quem dá e não nega... só amor

O meu amor é tudo o que eu sempre quis
Quando quis ser feliz e não fui
E agora sou, sem esperar ou querer
Por na vida um amor, agora ter

O meu amor bateu na porta esquecida
Por onde eu andei perdida, sem razão
O meu amor trouxe de volta ao meu dia
Carinhos que eu não sabia serem meus

Ai amor... mais vida que a própria vida
Mais sangue que o próprio sangue
Que nos faz vibrar, que mata a fome, que arde em nós
De na vida sermos muito menos sós

O meu amor plantou raízes na esperança
De me apagar da lembrança, tanta dor
E foi de amor que me falou beijo a beijo
Murmúrios do meu desejo de mulher

E é o amor que vem dizer a quem sente
Que a vida nem sempre mente
Que ainda há amor