- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Soneto á maneira de Camões

Sophia de Mello Breyner / José Mário Branco
Repertório de Patrícia Costa

Esperança e desespero de alimento
Me servem neste dia em que te espero
E já não sei se quero ou se não quero
Tão longe de razões é meu tormento

Mas como usar amor de entendimento?
Daquilo que te peço, desespero
Ainda que mo dês, pois o que eu quero
Ninguém o dá senão por um momento

Mas como és belo, amor, de não durares
De ser tão breve e fundo o teu engano
E de eu te possuír sem tu te dares

Amor perfeito dado a um ser humano
Também morre o florir de mil pomares
E se quebram as ondas no oceano