- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 1.930.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Lisboa amor e saudade

José Luís Gordo / Pedro Pinhal, Joana Amendoeira
Repertório de Joana Amendoeira

Senhora de fado e saudade
Seis letras, nome, cidade / Onde Alfamas se penteiam
Em espelhos feitos de mar
Onde em fados de luar / Os namorados se enleiam

Em Lisboa é que me encontro e me entrego neste canto
Que em Lisboa nasce em mim
Que em Lisboa nasce em mim
É no Tejo que eu me deito e das janelas eu espreito
Sete colinas, jardim

Meu terreiro de paixões
Dos amores, das ilusões / Em Tejos de tanto adeus
Por tudo isto, te amo
No meu canto sempre chamo / O fado que é todo teu

É no Tejo que eu me deito
Em Lisboa é que eu me encontro e me entrego neste canto