- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.635 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Como não sei de mim

Fernando Campos de Castro / Amadeu Ramim *fado zeca*
Repertório de Fernanda Moreira

Cansada de viver a vida a esmo
Fechei-me sobre mim e percebi
Que tive mais saudades de mim mesmo
Que das coisas todas que vivi

Cansei-me das palavras nunca ditas
Dos gestos que não fiz, guardei segredo
E fiz de tantas coisas interditas
Um céu de vendavais, de frio e medo

Gastei o tempo todo em sonhos vãos
Atrás dum grande amor desconhecido
E tudo o que guardei em minhas mãos
São mundos que perdi sem ter vivido

Dos corpos que em silêncio tanto amei
Só tive desventura e desenganos
Das bocas que prendi já nada sei
Como não sei de mim há tantos anos