- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Alvito

Maria Teresa de Albuquerque / Jaime Santos
Repertório de Pedro Moutinho

Quem chora seu mal aumenta
Quem canta a dôr afugenta
Corre em busca da ilusão;
Por isso, p’lo mundo fora
Quem canta por vezes chora
A dôr do seu coração

A cantar também apago
A tristeza em que naufrago / E a vida corre mais bela
Pois cantando, a vida passa
Lado a lado com a desgraça / Fingindo não dar por ela

Quando por vezes me embate
O espinho de uma saudade / Que no passado se agarra
A cantar mesmo sem querer
Consigo a vida prender / Nas cordas duma guitarra