- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Olha a ribeirinha

Amália Rodrigues / Carlos Gonçalves
Repertório de Amália

Olha a ribeirinha
Que sonhou ser rio

Sonho de grandeza / De ribeira presa
Que vai com certeza / Deixar de sonhar
Anda ribeirinha / Corre ligeirinha
Não chores sózinha / Mais chorou o mar

Olha a ribeirinha
Que é do sonho que ela tinha
De pedra, pedrinha a pedrinha
Vai correndo a ribeirinha

Vi a ribeirinha
Que triste que vinha

Sonhou a ribeira / Com a terra inteira
A correr ligeira / Seu sangue gastou
Da mesma maneira / Sequei eu, ribeira
Da mesma maneira / Meu sonho secou

Ai a ribeirinha
Que tinha o sonho que eu tinha
Chorando, gotinha a gotinha
Vai secando a ribeirinha