- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lá vai ela

Poema de Mário Raínho
Dedicado à minha doce Ana Moura, com um beijo *Mário Raínho*

Lá vai ela, antes de mim
A voar à minha frente
Borboleta de jardim
De flor em flor docemente

Lá vai ela, d’alma ao léu / Com chilreados dispersos
Ave, tonta, rente ao céu / Rasgando nuvens de versos

Lá vai ela, deixa-a ir / Nesse voar, não tem pressa
Muito gosta de partir / Parte, mas sempre regressa

Lá vai ela, mundo fora / Tão longe vai cirandar
Nunca por lá se demora / E volta sempre a cantar

Lá vai ela, lá vai ela / Barco de casca de noz
Tem por bússola uma estrela / Marcando o porto de vós

Lá vai ela, lá vai ela
Lá vai ela, a minha voz!!!