<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
As 5.760 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado à janela

Letra e musica de Marco Oliveira 
Repertório de Hélder Moutinho 

Eu não sabia que ela espreitava à janela
Sempre que eu passava
Nunca ouvi o nome dela, n
em que segredos guardava 

Trazia sempre um sorriso discreto e preciso
Mas não me falava
E o coração distante de qualquer instante q
ue eu não reparava 

Mas como agora se foi embora
Já não encontro o seu olhar
Abro a janela, espero por ela
Talvez um dia volte a passar 


Nunca baixava o olhar ao ver-me chegar
De noite ou de dia
Mal sabia que ao passar, e
ra amor o que eu sentia 

Trazia sempre a saudade de quem na verdade
Nunca conheceu
E o silêncio de um beijo de rosa e
desejo que nunca me deu 

Eu não sabia que ela espreitava à janela
Sempre que eu passava
Talvez um dia me veja e eu mesmo seja quem não reparava