- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado refúgio

Hélder Moutinho *Alfredo Duarte *fado cravo*
Repertório de Hélder Moutinho 

Se o fado é canto da alma
Refúgio da noite calma
Engano do sofrimento;
Eu trago na voz, a vida
Que me tem sido oferecida
Eu trago na voz, o vento

Se um amor que se perdeu
Que se afastou ou esqueceu / Deixou de ser meu lamento
Eu trago na voz, a vida
De uma breve despedida / Eu trago na voz, o vento

São meus sonhos, a saudade
Minha vida, uma verdade / E meu canto, uma oração
Eu trago na voz, o vento
Para afastar o lamento / Que trago no coração