As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Ninguém me vê

A.C.Firmino / Tiago Machado
Repertório de Marco Rodrigues

Onde estou, ninguém me vê
Passar por este mundo que é só meu
Sou narrador e a lua 
É a testemunha deste meu viver

São estas ruas que me viram nascer
Onde aprendi que ser do bairro, é ser Lisboa
E amanhã, eu sei, vou ser alguém
Porque a minha história não começou

A noite cai, ninguém me vê
Passar por este mundo que é só meu
Chorei por ti, que estranho amor
Teu beijo que me dói tanto no peito