- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado da tristeza

Manuela de Freitas / José Mário Branco
Repertório de Camané


Não cantes alegrias a fingir
Se alguma dor existir
A roer dentro da toca;
Deixa a tristeza sair
Pois só se aprende a sorrir
Com a verdade na boca

Quem canta uma alegria que não tem
Não conta nada a ninguém / Fala verdade a mentir
Cada alegria que inventas
Mata a verdade que tentas / Porque é tentar a fingir

Não cantes alegrias de encomenda
Que a vida não se remenda / Com morte que não morreu
Canta da cabeça aos pés
Canta com aquilo que és / Só podes dar o que é teu