<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

A tendinha

José Galhardo / Raul Ferrão
Repertório de Herminia Silva

Junto ao Arco do Bandeira
Há uma loja, a Tendinha
De aspecto rasca e banal
Na história da bebedeira
Aquela casa velhinha
É um padrão imortal

Velha taberna / Nesta Lisboa moderna
És a tasca humilde e terna / Que manténs a tradição
Velha Tendinha / És o templo da pinguinha
Dos dois brancos, da gimbrinha / Da boémia e do pifão

Noutros tempos, os fadistas
Vinham já grossos das horas
P'ro seu balcão, caturrar
Os fidalgos e os artistas
Iam p'ra ali horas mortas
Ouvir o fado e cantar