As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Deus te proteja de mim

Carlos Golia / Adaptação de: Mário Martins
Repertório de Nuno da Camara Pereira

Deus te proteja pela onda de alegria
Que me invade todo o dia quando eu te quero ver
Deus te proteja pelo beijo demorado
Tão gosto e perfumado, tão molhado de prazer

Todas as vezes que cruzas o meu caminho
Eu esqueço que sózinho eu nasci e vou morrer
No teu olhar vejo o mundo tão bonito
Tenho fé e acredito e deixo o amor acontecer

Vem me seduzir e confundir, acreditar
Que tu é louca e eu sou mais louco louco que tu
Vem brincar com o fogo que a nós dois pode queimar
Que mesmo assim não deixaremos de brincar;
Eu não vou deixar de amar com medo de sofrer
O que vais dar eu quero receber
Vinho proíbido duma safra especial
Que me embriaga, me alucina, e não faz mal

Deus te proteja pela falta de respeito
Do meu corpo no meu leito, quando a gente se quer ver
Deus te protejado meu jeito atrevido
Que provoca o teu gemido tão sentido de prazer

O teu vestido esconde a parte mais formosa
Tão bonita, tão gostosa, que tu guardas com pudor
Repete e diz essa loucuras sem sentido
Bem baixinho ao meu ouvido, que tu és o meu amor