- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Eh pá do fado

Fernando Farinha / Mário José Lopes
Repertório de Fernando Farinha

O fado perdeu a raça / Aquela graça afadistada
Deixou de ser desordeiro / E companheiro da ramboiada
Estes fadistas de agora / Trazem o fado virado
Nos retiros e salões / Cantam canções em vez de fado

Eh pá!... não fiques calado
Eh pá!...canta lá o fado
O fado era assim meus senhores
Com vinho da pipa, a correr
Assim malcriado e avinhado
É que o fado era fado a valer

Hoje o fado é p’ra estrangeiro / Para banqueiros e p’ra doutores
Os fadistas são artistas / Não são fadistas, já são cantores
É cantado nas boites / E assim armado em finório
O fado mudou de rumo / Já tem consumo obrigatório