- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.175 LETRAS PUBLICADAS // 1.930.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Fado das águas

Mário Raínho / Alfredo Marceneiro *fado bailado*
Repertório de Ana Moura

Dentro do rio que corre
No leito da minha voz;
Há uma saudade que morre
Dentro do rio que corre
Em lágrimas até à foz

Dentro do mar mais profundo / Reflectido em meu olhar
Não pára o pranto um segundo
Dentro do mar mais profundo / No meu rosto a desmaiar

Dentro das águas nascentes / Das fontes que a alma canta
Num crescendo de correntes

Dentro das águas nascentes / Correm mágoas p’la garganta

Dentro da chuva caída / Como franjas do meu fado
Eu encharco a minha vida
Dentro da chuva caída / Meu canto é d’águas lavado

Eu encharco a minha vida

Dentro da chuva caída
Como franjas do meu fado