- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Longe do Sul

Miguel Farias / Carlos Bica
Repertório de Cristina Branco

Hoje não há palco, nem há barcos em chama
Canta-se descalço com os pés na lama

Fora com as guitarras, range o baixo profano
Pára um astronauta por sobre o piano

Entro na má hora, troco as cordas ao tempo
Claro vejo agora como a serpente

Abro a flor à alma, o teu rosto ainda é quente
Peço à noite um salmo de voz contente

Longe do Sul
É bem melhor o amor
Perto de ti
Beijos de cor

Corto o pulso ao incêndio, estanco o braço de sol
Basta-me o compasso do rouxinól

Canto o tempo aberto, o teu corpo é uma espada
Largo-me ao incerto e baixo a guarda

O fado é outro, despiu o xaile e pôs-se a bailar
Ai o meu fado é louco
O fado é espanto, desceu do céu, pôs-te a girar
Ai este fado é santo

Estrela vem, vens por bem?
Leva este fado a Belém
De Berlim a Pequim, o fado dançar-se-á bem
Estrela vem, vens do além?
Traz o menino a Belém
De Berlim a Pequim, o fado dançar-se-á bem