As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Roseira botão de gente

Ary dos Santos / Paulo de Carvalho
Repertório de Vasco Rafael 

A força que tive no momento
Tecendo o teu corpo p'la primeira vez
Está agora no teu ventre em movimento
No filho que a gente fez;
Depois irá pouco a pouco
Ficando maior por dentro de ti
E o teu corpo me segreda, quando o toco
Que o meu filho está ali

Eu fui a semente, tu és o canteiro
Dum cravo de carne que tem o meu cheiro
Eu fui o arado, tu és a seara
Seara de trigo sem fim, seara lavrada por mim;
O que o homem sente, quando a companheira
Dá flor no presente para a vida inteira
É como se o sangue, fosse uma roseira
Roseira botão de gente, rosa da minha roseira 


A vida que tece outra vida
É vida parida, é vida maior
Tens agora a palpitar a minha vida
No teu ventre meu amor;
Depois, o sangue dos dois
Será vida nova, será uma flor
Flor de carne a despontar na primavera
Do teu ventre, meu amor