- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sonho desfeito

Lera e música de Frei Hermano da Câmara
Repertório do autor


Esta paixão que nasceu na primavera
Já deixou de ser o que era
Meu coração, ao ver-me assim satisfeito
Punha-se aos saltos no peito
Num turbilhão

E agora já nada resta
Que uma tristeza funesta, pelo chão
Vejo a sombra da alegria
Na minh`alma morre o dia
Cai a noite e a escuridão

E quando canto ao som triste da guitarra
Fico preso pela amarra dum profundo sentimento
E canto tanto que o meu coração amigo
Quer também cantar comigo e aumenta o meu sofrimento


Uma ilusão que eu pensei que estava morta
Veio bater à minha porta, por compaixão
Quis-se sentar a meu lado
Cantou comigo este fado
Com emoção

Mas finalmente ao saber
Que eu já não quero viver
Meu coraçãovai batendo devagar
E até que eu queira parar
Vou rezando esta oração

Quando esta dor vir meus dias apagados
E estes meus olhos fechados
Braços em cruz sobre o peito
Ó meu amor, nesse dia tão medonho
Pede a Deus um outro sonho
Porque este já está desfeito