- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vestido de Primavera

Jorge Rosa / Pedro Rodrigues
Repertório de Hélder Moutinho 

Quando o nosso coração
Vestido de primavera
Bate bate por amor
Não dá razão à razão
Desordenado acelera
Não liga seja ao que fôr

Se lhe dizemos (cautela)
Finge que não dá por nada / Porque nada o contraria
Sorrindo, diz que é balela / Ou que é conversa fiada
E prossegue a correria

Já tive um dentro do peito
De primavera vestido / A bater desordenado
Bateu tanto, e de tal jeito / Que me roubou o sentido
E me faz da vida, um fado

Quem tiver um coração
Se não o quer ver no inferno / A arder por uma quimera
Vista-o de qualquer estação / Outono, Verão, ou Inverno
Mas nunca de Primavera