- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

À flor da pele

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório do autor


Entreabro lentamente, o que mais escondo
Que o negro à flor da pele, é flor da vida
Presumo que me queres e me vais pondo
À mercê de uns tremores, a pele despida

Que misteriosa dor me vem ao ser
Dos confins de mim, p’ra me tomar
Que faz que esta ansiedade dê prazer
E eu não pare do teu corpo procurar

As nossas bocas cegam p’ra não ver
Por onde se passeiam endoidadas
E as mãos tremendo num ávido querer
Acariciam as formas despertadas

E quando dentro em mim, longe me tocas
Num fundo precipício além da mente
Reduzo-me a um suspiro ao som das bocas
P’ra me voltar a ser tão lentamente