- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Contigo por Lisboa

João Gigante-Ferreira / André Teixeira
Repertório de Helena Sarmento

Nasce o vento da manhã
Fim da tarde, calmaria
Nascem lábios de romã
Com ardor de meio dia

Fico tão dentro de mim / Se por ti em mim não estou
Quem me dera ser assim / Se não fosse assim que sou
Fico tão dentro de mim / Se por ti em mim não estou    

Madrugada pela proa
Pelo mastro livre a vela
As colinas de Lisboa
São do vento caravela

Se não fosse ser assim / Como ser como quem sou?
Ficas tão dentro de mim / Que por ti eu sou quem sou
Se não fosse ser assim / Como ser como quem sou?

Nasce o vento da manhã
Fim da tarde, calmaria
Nascem lábios de romã
Com ardor de meio dia

Se não fosse ser assim
Como ser como quem sou?