- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Noites perdidas

Sérgio Valentino / Júlio Proença *fado proença*
Repertório de Artur Batalha 

Ai quantas noites perdidas
Contigo compartilhadas
A semear vendavais;
Horas falsas mal vividas
À minha vida roubada
Que não quero viver mais

Ai quem me dera esquecer
Aquelas noites sombrias / Vividas sem qualquer fim
Horas e horas sem ver
Sem ver que tu não valias / Nem um minuto de mim

O que sofri ninguém sonha
Das tuas noites já fartas / De mudarem de paixão
E hoje tenho vergonha
Por não conseguir que partas / De vez, do meu coração