- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Foi milagre

Letra de Lopes Vítor
Desconheço se esta letra foi gravada.
Transcrevo-a na esperança de obter informação credível


Uma criança estava agonizante
Sofrendo um mal sem cura, um mal ruim
O doutor, vendo a mãe tão suplicante
Foi direito à verdade e diz-lhe assim

Estudei a ciência e por saber
Que a doença é fatal, é invulgar
Eu aqui pouco mais posso fazer
Só um milagre a poderá salvar

Então a pobre mãe, numa vertigem
Correu até chegar à capelinha
Ajoelha, a chorar, e diz à Virgem
Ó Santa Mãe de Deus, minha Santinha

Se as almas infantis são mais formosas
Se para ti são rosas, são carinho
Ó Virgem, dou-te as mais bonitas rosas
Mas deixa cá ficar o meu filhinho

No mês de Maio, lá foi cumprir, por fim
O prometido à Virgem, na capela
Ficou sem rosa alguma no jardim
Mas tinha o filho vivo junto dela