<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
As 5.790 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Amália

José Galhardo / Frederico Valério
Repertório de Amália

Amália, quis Deus que fosse o meu nome
Amália, acho-lhe um jeito engraçado
Bem nosso e popular quando oiço alguém gritar
Amália, canta-me um fado

Amália, esta palavra ensinou-me
Amália, tu tens na vida que amar
São ordens do Senhor
E Amália sem amor não liga, tens de gostar
E como até morrer amar é padecer
Amália chora a cantar

Amália, disse-me alguém com ternura
Amália, da mais bonita maneira
E eu, toda coração, julguei ouvir então
Amália, p'la vez primeira

Amália, andas agora á procura
Amália, daquele amor, mas sem fé
Alguém já mo tirou

Alguém o encontrou na rua, com a outra ao pé
E a quem lhe fala em mim, já só responde assim
Amália?.. eu sei quem é