- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lembrar Armandinho

Letra e musica de Nuno de Aguiar
Repertório do autor

Ai quantas vezes, sózinho
Recordo sentidamente
Com infinita tristeza;
Armando Freire *Armandinho*
O virtuoso imponente
Da guitarra portuguesa

Tinha nas mãos, a magia
De dar á voz da guitarra / Um som jamais igualado
Pondo em cada melodia
O sentimento e a garra / Que são a alma do fado

Aos guitarras d'agora
Eu presto a minha homenagem / Com amizade e carinho
Mas lembro aqui, nesta hora
Um mestre da fadistagem / Que se chamou *Armandinho*