- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado das horas incertas

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório de Ana Moura

Deixo a porta entreaberta
Aos medos onde me afoite
Bate a meia-noite incerta
De ser mesmo o meio da noite

Tão redondas são as horas

Tão inúteis e tão longas
Minha'alma, quanto mais choras

Mais as horas tu me alongas;
Tão redondas são as horas
Tão inúteis e tão longas

Só a dor trai o sossego
No rodar desta ansiedade
Quando à saudade me nego
Fingindo não ter saudade