- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Leonor vai á Ribeira

João Centeio / Rodrigo
Repertório de Rodrigo

Leonor vai á Ribeira / Vender ramos de hortaliça
Na cabeça leva o cesto / No corpo, o sol que a cobiça

Leva a vida em verdes molhos / Leonor Cais do Sodré
Mais os molhos dos seus olhos / E um lenço de cachiné

Vai formosa e não segura
Leonor da cesta bela
Há nela tanta frescura
Que o Tejo pára p'ra vê-la

Eu queria ser semeado / Como a salsa e o agrião
P'ra depois ser apanhado / Leonor, p'la tua mão

E depois andar então / No teu cesto, lá no alto
Ter o Tejo por irmão / E o teu corpo por mar alto