- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Linda pomba

João de Vasconcellos e Sá / Popular *fado das horas*
Repertório de António Pinto Basto

Linda pomba, deixa o ramo
Onde poisaste um momento
Vai levar a quem eu amo
Este discreto lamento

Vê se indagas, pomba minha / No sereno voo teu
Se ela sente ou adivinha / Se ela sabe quem sou eu

Satisfaz-me essa vontade / E se acaso ela o souber
Vem-me trazer a saudade / Que ela de mim lá tiver

Linda pomba, deixa o ramo / E vai poisar a seu lado
Vai contar a quem eu amo / O meu amor ignorado

Vai dizer-lhe, com ternura / Que eu hoje fico a rezar
Pedindo toda a ventura / Que Deus lhe possa mandar