- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Estranha contradição

Maria Manuela de Freitas / Pedro Rodrigues
Repertório de António Mourão

Andei a dizer, andei
Que não queria ver-te mais
Que não queria te falar
Calcula que até jurei
Não ir aonde tu vais
P’ra nunca mais te encontrar

Pobre de mim, a razão
Que se perde na tortura / De não querer o que eu desejo
E em estranha contradição
Eu ando á tua procura / E ando a ver se te não vejo

Falo-te e não te conheço
Olho sem te encontrar / Tu sabes que não mudarei
Duma coisa me convenço
Sempre te hei-de procurar / Nunca mais te encontrarei