- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Nunca é silêncio vão

Carmo Rebelo de Andrade / Pedro Rodrigues *quintilhas*
Repertório de Carminho


Nunca é silêncio vão
Esse que tenho contigo;
Pensando nós no que for
Só sei que sinto o amor
Quando te calas comigo

E lá ficamos os dois / De mãos dadas no meu carro
Consolas-me sempre assim / Calado junto de mim
Vendo as tristezas que varro

E por mais que explique bem / O que vai no coração
É do nada que vem tudo / Nesse teu olhar tão mudo

Nunca há silêncio vão