<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Quando o fado passa

Cátia Oliveira / Valter Rolo
Repertório de Sara Correia 

Parem os motores e as buzinas
As intrigas, ah meninas
Falem baixo que o fado vai cantar
E quando o fado canta quer alguém para o escutar

Parem as campanhas e as listas
Os talheres dos turistas
Falem baixo que o fado vai cantar
E quando o fado canta quer alguém para o escutar

E se sai vestido de magala
Nem um ai… há silêncio na sala
E se vem de xaile bem comprido
Só o tira na pressa do corrido;
Solta a língua, aquece o corpo em brasa
Faz do botequim a sua casa
Quando se apaixona é perdição
Cresce em triplicado o coração

Parem manifestos e tambores
Que esperem urgências e favores
Muita calma que o fado vai passar
E quando o fado passa quer alguém para o olhar

Parem os piropos e as obras
E as queixas das más sogras
Haja alma que o fado vai passar
E quando o fado passa quer alguém para o olhar