As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Rouxinól da Ribeira

Januário Pereira / Pedro Rodrigues
Repertório de António Pelarigo

Mal o dia amanhecendo
Vai a Ribeira se enchendo
De gritos e de pregões;
O peixe desembarcado
É na lota apregoado
No meio de palavrões

Há muito que ali vendia
Toda a gente conhecia / A Gracinda vendedeira
Dava gosto ouvir cantar
Eu sempre lhe ouvi chamar / O Rouxinól da Ribeira

Sua filha, linda garota
Tão traquina, tão marota / A pequena Manuela
Certo dia se afastou
E junto ao Tejo brincou / Que ninguém soube dela

Hoje de negro vestida
Chorando a filha perdida / Dôr sincera e verdadeira
Ao mercado já tornou
Mas a cantar não voltou / O Rouxinól da Ribeira