- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Meu fado meu doce amigo

Florbela Espanca / Fontes Rocha
Repertório de Gonçalo Salgueiro

Meu fado meu doce amigo
Meu grande consolador
Eu quero ouvir-te rezar
Orações á minha dôr

Só no silêncio da noite / Vibrando perturbador
Quantas almas não consolas / Numa toada de amor

Cantando p'ra uma voz pura / Eu quero ouvir-te também
P'ra uma voz que me recorde / A doce voz de meu bem

Pela calada da noite / Quando o luar é dolente
Eu quero ouvir essa voz / Docemente, docemente