- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O cauteleiro

Fernanda de Castro / Elvira de Freitas
Repertório de Ada de Castro 

O cauteleiro é velho
Envelheceu a vender ilusões pelas vielas
Nos bairros populares todos o conhecem
A todos vende sonhos em cautelas

Pequenos grandes sonhos
Á medida das grandes ambições
Grandes sonhos de viagem
De aventura, de glória, de esplendor
Pequenos sonhos de amor
De modesta aventura

O cauteleito é velho
Mas que importa?
Continua a apregoar cautelas brancas
E a vender ilusões de porta em porta