- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 1.970.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Lisboeta

Letra e musica de Frederico de Brito
Repertório de Rodrigo

Lisboeta... quem te ensinou a cantar
A ter saudades do Tejo quando atravessas o mar
O teu fado, alma da tu’alma inquieta
Esse barco dos teus sonhos, como tu, é lisboeta

Vamos lá, solta as amarras
Larga o leme, vem á proa
Manda gemer as guitarras
Quero ouvir canções bizarras
Da tua linda Lisboa;
Pôe nos teus olhos a chama
Que sempre te tem guiado
Diz-me onde fica a Moirama
O Bairro Alto e Alfama
Que eu quero cantar o fado

Lisboeta... porque és assim tão audaz?
Que não há canto do mundo, nem terra, onde tu não vás
Diz ás vagas que a minh’alma não resiste
Sem a canção da saudade que cantas, quando andas triste