- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Folha

Carminho / Julio Proença *fado proença*
Repertório de Carminho

Folha maldita, obedeces
Às mãos que nem tu mereces
Às mentiras do poeta
Toda a negrura dos traços
Descreveram mil abraços
Histórias de uma porta aberta

Só tu sabes, folha branca
A arte de tornar estanque / Essa seiva da verdade
Contou-me histórias de amor
Esse pobre fingidor / Fez-me crer que tem saudade

E tu, oh folha rendida
À mão que na despedida / Diz adeus sem ter partido
Vai dizer a toda a gente
Que finge o que deveras sente / O meu poeta perdido