<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.875 LETRAS // 1.470.000 VISITAS // NOVEMBRO 2019

Fora de cena

Manuela de Freitas / José Mário Branco
Rpertório de Kátia Guerreiro 

Sem a sombra que projeta à hora certa
O espaço de luz em que me exponho
Sem a voz com que a noite me desperta
Insónia em que renovo cada sonho;
No espaço de luz em que me exponho

Sem os limites a que me condeno
Na busca ilimitada de infinito
Sem a grande verdade com que enceno
A única mentira em que acredito;
Na busca ilimitada de infinito

Sem a dor partilhada com que enfrento
A solidão que me invade e desagrega
Sem essa perdição que é o momento
Da impune violência da entrega;
Na solidão que me invade e desagrega

Dispersa por sentidos sem razão
Minha alma é um fantasma adormecido
E o corpo, repousado à exaustão
Disperso, por razões, perde o sentido