- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Contigo

José Luís Gordo / Jorge Fernando
Repertório de Maria da Fé

Quando me deito, quando me deito contigo
Deita-se o sol e a lua em minha cama
E o teu corpo, o teu corpo é côr de trigo
E a tua boca tem o mel de quem se ama

A tua voz é um vento a murmurar
Palavras ternas de ternura, em meus ouvidos
E os meus olhos, só olham para guiar
As minhas mãos, em sentidos proíbidos

O teu cheiro é um jardim de perfumes
Que teima, que teima sempre em ficar
Na minha cama, como um punhal de ciúmes
De outra cama onde tu te vais deitar

Quando á noite no meu quarto, a solidão
Se vem deitar quando tu te vais embora
E o meu pobre, o meu pobre coração
Sonha contigo, só contigo, noite fora