- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Água viva

José Luís Gordo, Mário Raínho / Armando Machado *fado licas*
Repertório de Cila D'Aire

É com amor que eu faço amor contigo
Ao teu amor me dou, perdidamente
Há beijos e ternuras que te digo
Carícias que te dou tão loucamente

E no prazer do amor que começámos
Num beijo, num desejo descuidado
Na força deste querer nos alcançámos
No grito deste amor tão bem amado

És a fonte onde bebo a água viva
És pecado em lençóis de seda e linho
És a força maior que me fustiva
Nos beijos que te dou, devagarinho

Amor de mel parado a que me entrego
Ai meu jardim de pele e de cetim
Sou a mulher-amante no meu ego
A flor dentro de ti, dentro de mim