- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

É este fado

Orlando Laranjeira / Jorge Fernando
Repertório de Luísa Basto

Este é o fado que nos prende e nos amarra
Neste desejo de amor e ansiedade
Este é o fado no trinar duma guitarra
E duma voz bem timbrada em versos de liberdade

É este o fado meio gingão e meio vadio
Que cantado ao desafio
Nos vem trazer a lembrança
De que este fado bem alegre e desgarrado
Há nascença foi marcado
Pela onda da esperança

E traz o vinho para a mesa da alegria
Que alimenta esta nossa fantasia
E mata a sede deste querer, desta vontade
Deste grito de saudade
Nascido da nostalgia

Este é o fado de varinas e pregões
É a tristeza da cautela não vendida
É este o fado de romaces e paixões
De poetas e canções que ficam p’ra toda a vida