- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lisboa formosa

Moita Girão / Adelino dos Santos
Repertório de Fernando Maurício


És de todas as cidades
A cidade mais vistosa
Tens a cor maravilhosa com que se pintam saudades
Tens craveiros à janela
Beijados pelo luar
És rica, desde a chinela ao sol que te vem beijar

Lisboa formosa, menina mimada que sabe cantar
Tens graça de rosa, linda perfumada, aberta ao luar
Lisboa formosa, menina risonha de lindo passado
Lisboa saudosa, Lisboa que sonha, Lisboa do fado


São teus bairros diamantes
Com que vaidosa te enfeitas
Sempre que à noite te deitas, vestes estrelas de brilhantes
Em carícia apaixonada

O Tejo beija-te os pés
Lisboa cidade amada, Lisboa tão linda és