Rádio em manutenção neste bloge. Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Lá longe *Coimbra*

*Ao caír da tarde * Balada do Florêncio*
Florêncio de Carvalho

Lá longe
ao cair da tarde
Vejo nuvens de oiro que são os teus cabelos
Fico mudo ao vê-los... são o meu tesoiro
Lá longe a
o cair da tarde

Lá longe ao cair da tarde
Quando uma saudade se esvai, ao sol poente
Como canção dolente duma mocidade
Lá longe ao cair da tarde