As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Túnica negra

Letra e musica de Frei Hermano da Câmara
Repertório de Frei Hermano da Câmara


O fado negro, negra dor é pão
Amargo pão de quem não tem amor
É negro negro como a negra flor
E como as tábuas negras dum caixão

O fado negro tem-no quem tocar
O fado negro tenho por calvário
Ai negras penas, contas do rosário
O fado negro tem quem não amar


Mas se há remorso numa negra vida
Que de arrependida c
hora da maldade 
A primavera de outra vida chega
Vai-se a vida negra, c
hega a felicidade

À noite negra deu-lhe Deus a cor
Vestir de negro, deu-me por condão
Mas fado negro, negro fado não
Porque o meu luto é sinal de amor

Eu visto negro porque tenho fé
Eu visto negro porque espero em Cristo
Ai negro, negro, por amor te visto
Mas o meu fado negro não, não é


Ninguém me diga que não há beleza
Que só há tristeza q
uando o negro impera
Porque a andorinha que Deus fez tão negra
Sempre que ela chega, c
hega a primavera
Porque a andorinha negra, negra, negra
Negra, negra, negra, t
raz a primavera